Resenha: Um gato de rua chamado Bob

22:49

James Bowen
Editora:
 Novo Conceito
240 páginas - Ano: 2013
Não-Ficção | Nota: ♥♥♥♥
Onde Comprar: Saraiva Online
Tradução: Ronaldo Luis da Silva

"A história da amizade entre um homem e seu gato." 

Quando James Bowen encontrou um gato ferido, enrolado no corredor de seu alojamento, ele não tinha ideia do quanto sua vida estava prestes a mudar. Bowen vivia nas ruas de Londres, lutando contra a dependência química de heroína, e a última coisa de que ele precisava era de um animal de estimação. No entanto, ele ajudou aquele inteligente gato de rua, a quem batizou de Bob (porque tinha acabado de assistir a Twin Peaks). Depois de cuidar do gatinho e trazer-lhe a saúde de volta, James Bowen mandou-o embora imaginando que nunca mais o veria. Mas Bob tinha outras ideias. Logo os dois tornaram-se inseparáveis, e suas aventuras divertidas — e, algumas vezes, perigosas — iriam transformar suas vidas e curar, lentamente, as cicatrizes que cada um dos dois trazia de seus passados conturbados.

Este livro mudou um tantinho, a minha vida. Dos livros que comecei a ler esse ano, este foi o que mais me tocou. James Bowen enfrentou uma grande barra, durante a adolescência (por causa dos pais separados) e alguns outros problemas. Durante este período, decidiu sair de casa cedo, e tentar a sua carreira de músico, lá em Londres, só que nem tudo parece ser tão fácil assim. Bowen passou várias dificuldades em Londres, sem amigos e tocando violão nas ruas, para sustentar o seu grande vício, com a heroína. Distante da família e sozinho, essa era mais uma barra, que James tinha que enfrentar. 
Durante este tempo, James foi para clínicas de reabilitação para se livrar do vício da heroína e aí as coisas começaram a melhorar, conseguiu um lugar para morar e comprar alimentos.

James sabia que as coisas estavam melhorando, mas a sua vida ficou mais emocionante, quando voltou de uma apresentação de rua, com a sua amiga Belle, e encontrou um gato abandonado, mas não ficou com ele, por pensar que aquele gato simpático e laranjinha, já tinha um dono. Mas, ao longo dos dias, James percebeu que ele estava mesmo na rua, sem dono e começou a cuidar do "Bob". 

Sua vida mudou ainda mais, quando Bob se tornou um super companheiro, para ele. James sentiu que além de um simples animal, Bob ajudou a enfrentar os sérios problemas e mudou completamente a sua maneira de levar a vida. Este livro é uma prova que, os animais também são amigos verdadeiros e simplesmente, acompanham a vida do dono. 


Um gato de rua chamado Bob, é um livro cheio de esperanças, surpresas, emoção, direto e simples, que James conta tudo sobre a sua vida, e como foi difícil enfrentá-la, mas que não foi impossível, pois a vida é cheia de surpresas e que mesmo que tudo se torne difícil, é possível enfrentar a vida e dar a volta por cima. O livro está mais que recomendado!


 Na página 63, James revela que a música mais popular na seleção dele, era Wonderwall, do Oasis. Confesso que isso ficou na minha cabeça, e fechando a resenha, a melodia da música se parece muito, com o livro. Amei ler este livro, ao som de Oasis! :)

You Might Also Like

11 comentários

  1. Já apaixonei só pelo fato de ter um gatinho parecidissimo com o meu =)
    Sempre me toca estórias de animais! Como o Marley e eu, chorei litros. Está na minha lista agora rss e essa música, fala sério é tudo de bom... Amo!
    Bom dia! Que Deus te ilumine sempre!
    Moda Ponto|Fan page|Twitter
    Beijinhos xoxo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafa, que sorte, viu? Sou louca pra ter gatos, só que meu Pai odeia!
      Marley e Eu é lindo demais mesmo, chorei bastante, também. A música é linda, e eu não canso de escutar! Hihihi

      Obrigada, Rafa. Sucesso pra você! <3
      Um beijo!

      Excluir
  2. Nem preciso comentar como vc escreve bem criança, eu n curto gatos mas só pela sua resenha me deu vontade de ler o livro, bjs da minha pessoa esquecível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Léo! rs.
      Leia, que é muito bom mesmo! :D

      Excluir
  3. O livro parece ser muito bonito, começou bem por que eu adoro gatos, convivi 16 anos com a minha gata, até ela morrer esse ano, mas eu tenho uma outra que é muito folgadinha kkk.
    Beijos.

    sonhosdegarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bom sim, Érika. 16 anos? :O Que coisa linda! Acho que eu morreria junto, também! :'(
      Tão bom quando estamos próximos aos bichinhos que gostamos... *-*

      Um beijo! <3

      Excluir
  4. Eu já tinha visto a história desse gato. É incrível como ele mudou a vida de uma pessoa. Preciso ler esse livro tb. Bjus!

    galerafashion.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dri, é incrível mesmo o modo que ele consegue mudar a vida de uma pessoa. O livro é lindo, e super carinhoso! *-*
      Um beijo! <3

      Excluir
  5. Linda adorei quelida a indicação ainda não li mas com certeza vou ler.
    Obrigada pelo carinho no meu blog
    Obrigada pela visita
    Ótima semana para vc!
    Beijos Coloridos!♥♥♥

    ResponderExcluir